domingo, 21 de janeiro de 201821/1/2018
(46) 984 000 614
Trovoadas
20º
23º
25º
Barracao - PR
Erro ao processar!
Seu Negócio Tri Banner topo
TECNOLOGIA
Galaxy Note 7 em avião rende multa de US$ 180 mil e até cadeia nos EUA
Conduta pode ser alvo de ação criminal, punida com até 10 anos de cadeia. Proibição começou a valer a partir deste sábado (15).
-
Postada em 17/10/2016 ás 17h54
Galaxy Note 7 em avião rende multa de US$ 180 mil e até cadeia nos EUA

O governo dos Estados Unidos passou a considerar crime federal o ato de embarcar em aviões dentro do país portando um Galaxy Note 7, da Samsung, a partir deste sábado (15). Um problema na bateria do smartphone faz o aparelho superaquecer e, em alguns casos, explodir.


Segundo comunicado emitido na sexta-feira (14) pelo Departamento de Transporte dos EUA, as pessoas que levarem esses smartphones a uma aeronave serão multadas em US$ 180 mil e ainda poderão ser alvo de ações criminais, que pode resultar em pena de 10 anos de prisão.


A ordem proíbe que o aparelho seja transportado na bagagem de mão, em malas a serem despachadas ou até como carga. As companhias aéreas ainda devem impedir o embarque de qualquer um que possua o aparelho.


Caso o passageiro consiga ainda assim entrar em um avião munido do Galaxy Note 7, ele deve desligá-lo imediatamente.


A Samsung vem sofrendo reveses com o Galaxy Note 7 desde que lançou o aparelho em 19 de agosto em 10 países –o Brasil não estava na lista, nem havia previsão para início das vendas por aqui.


Isso porquê dias depois já circulavam nas redes sociais relatos de usuários afirmando que o smartphone superaquecia e até podia pegar fogo. Imagens do dispositivo queimado endossavam as histórias.


A Samsung se viu forçada a convocar um recall em escala mundial de 2,5 milhões de unidades do Note 7 em 2 de setembro. Ainda assim, usuários que tiveram seus aparelhos trocados continuaram a relatar explosões. Um deles estava em um avião que iria do Kentucky a Maryland, nos Estados Unidos, quando o aparelho que estava no bolso de sua calça começou a pegar fogo. A aeronave teve de ser evacuada.


Analistas avaliam que a crise gerada pelo defeito com o Galaxy Note 7 pode fazer bem mais do que simplesmente arranhar a imagem da Samsung. Um relatório do Credit Suisse informa que as perdas da sul-coreana podem ser de US$ 17 bilhões –o cálculo inclui, entre outros dados, os 19 milhões de aparelhos da linha que a empresa possuía em estoque.


A própria Samsung acusou o golpe, mas em intensidade inferior à da apostam dos especialistas de mercado. Primeiro, reduziu em US$ 2,3 bilhões a estimativa de lucro. Depois, fez um novo corte na previsão dos resultados dos próximos dois trimestres, de US$ 3,1 bilhões.

FONTE: G1/PR/(Foto: Reprodução/
tags:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
287
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium