11°C 22°C
Barracão, PR
Publicidade

Reunião com comitiva do Ministério dos Povos Indígenas discute demandas em Santa Catarina

Foto: Helena Marquardt/ Ascom SASRepresentando o governador Jorginho Mello, a secretária de Assistência Social, Mulher e Família, Maria Helena Zimm...

21/11/2023 às 13h18
Por: Redação Fonte: Secom SC
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom SC
Foto: Reprodução/Secom SC

Foto: Helena Marquardt/ Ascom SAS

Representando o governador Jorginho Mello, a secretária de Assistência Social, Mulher e Família, Maria Helena Zimmermann, recebeu na manhã desta terça-feira, 21, na SAS, uma comitiva do Ministério dos Povos Indígenas para tratar de questões desses povos em Santa Catarina, entre elas o impacto das chuvas em diversas aldeias, a demarcação de terras, entre outros temas.  O secretário da Proteção e Defesa Civil, Coronel Armando, também participou do encontro.

Continua após a publicidade
Design de Marcos Prudente

Na reunião com a secretária nacional de Direitos Territoriais Indígenas, Eunice Kerexu, e a secretária nacional de Articulação e Promoção de Direitos Indígenas, Jozileia Kaingang, a secretária da SAS, Maria Helena, ressaltou o esforço do Governo de Santa Catarina para resolver questões históricas. “Todos os povos indígenas merecem condições dignas e respeito a sua cultura. Nós do Governo de Santa Catarina, já avançamos muito e queremos trabalhar em conjunto com o Governo Federal para resolver problemas históricos”, disse.  

Continua após a publicidade
Design de Marcos Prudente

Maria Helena comenta ainda que essa articulação é muito importante e que Santa Catarina, que conta hoje com mais de 21 mil indígenas, está comprometida com as causas de todos os povos. “Temos nos aproximado cada vez mais das comunidades indígenas, estreitado o diálogo e não medido esforços para atender as demandas. Precisamos respeitar alguns processos burocráticos, mas temos avançado muito nos últimos meses”, completa.

Continua após a publicidade
Design de Marcos Prudente

Jozileia Kaingang afirmou que a articulação é fundamental para acolher as demandas dos povos indígenas da melhor maneira possível e evitar conflitos. “Queremos construir políticas públicas e alinhamento para que as populações sejam atendidas”.

Outro tema tratado foi a emergência climática no estado, que afeta também as comunidades indígenas. “Estamos vivendo de Norte a Sul do Brasil essas situações de emergência, então, é necessário que estejamos preparados para que possamos de forma emergencial atender as comunidades indígenas e toda a população. Precisamos conjuntamente dar essa resposta de forma mais rápida”, enfatizou.

Foto: Reprodução/Secom SC
Foto: Reprodução/Secom SC

Já Eunice Kerexu, falou dos boatos de que após o julgamento da tese do marco temporal no Supremo Tribunal Federal (STF), indígenas vão invadir espaços de agricultores e que fake news como essas só trazem insegurança para todos os envolvidos. “Existe uma teoria que de tanto ser repetida, hoje acredita-se que é verdade, por isso fizemos questão de trazer em documento todas a áreas que estão em processo de demarcação para que isso fique mais claro e dizer que o objetivo maior é sempre estabelecer um diálogo e evitar conflitos ”, salienta.

Secretaria de Estado da Assistência Social, Mulher e Família
Texto: Helena Marquardt/ Ascom SAS
Contato: (48) 3664-0916

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Barracão, PR
16°
Tempo limpo

Mín. 11° Máx. 22°

16° Sensação
1.22km/h Vento
80% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h19 Nascer do sol
06h01 Pôr do sol
Sáb 21° 11°
Dom 21° 11°
Seg 23° 12°
Ter 21° 12°
Qua 22° 12°
Atualizado às 09h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,55 +0,01%
Euro
R$ 6,04 -0,09%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,02%
Bitcoin
R$ 386,662,91 +2,99%
Ibovespa
127,996,99 pts 0.27%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias