11°C 22°C
Barracão, PR
Publicidade

“Em reposta” ao STF Senado aprovou na tarde de hoje (16) a criminalização do porte de drogas

Por maioria absoluta os senadores criminalizam qualquer quantidade de entorpecente

16/04/2024 às 22h04
Por: Redação Fonte: PANTV/Marcos Prudente
Compartilhe:
“Em reposta” ao STF Senado aprovou na tarde de hoje (16) a criminalização do porte de drogas/Foto:Jefferson Rudy/Agência Senado
“Em reposta” ao STF Senado aprovou na tarde de hoje (16) a criminalização do porte de drogas/Foto:Jefferson Rudy/Agência Senado

Na tarde de hoje (16), o Senado Federal protagonizou um debate acalorado e uma votação significativa, ao aprovar, em primeiro turno, a criminalização do porte de qualquer quantidade de drogas, com uma votação expressiva de 53 a favor e 9 contra. Essa medida, que está gerando ampla repercussão nacional, foi defendida por líderes partidários como uma resposta ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Continua após a publicidade
Design de Marcos Prudente

A decisão do Senado Federal de criminalizar o porte de drogas em qualquer quantidade certamente não é isenta de controvérsias. Por um lado, os defensores dessa medida argumentam que ela é essencial para combater o tráfico de drogas, uma vez que o porte é muitas vezes associado ao consumo pessoal, mas também serve como fomentador do mercado dos entorpecentes. Além disso, acreditam que a criminalização pode dissuadir indivíduos do uso e, consequentemente, reduzir os índices de dependência química e os danos associados ao consumo de drogas.

Continua após a publicidade
Design de Marcos Prudente

Por outro lado, críticos dessa abordagem levantam preocupações sobre os impactos sociais e individuais da criminalização do porte de drogas. Argumentam que tal medida pode contribuir para a superlotação do sistema prisional, marginalizar ainda mais os usuários de drogas e desviar recursos que poderiam ser investidos em políticas de prevenção e tratamento da dependência química. Além disso, há o temor de que essa abordagem fortaleça o viés punitivo do sistema de justiça criminal, em detrimento de soluções mais abrangentes e eficazes.

Continua após a publicidade
Design de Marcos Prudente

A justificativa de que essa medida é uma "resposta" ao Supremo Tribunal Federal também merece reflexão. Ela sugere uma dinâmica de tensão entre os poderes legislativo e judiciário, onde decisões do STF são interpretadas como uma interferência no papel do Legislativo. No entanto, é fundamental lembrar que o STF tem o papel constitucional de zelar pela aplicação da Constituição Federal, incluindo a proteção dos direitos individuais e a garantia do devido processo legal.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Barracão, PR
18°
Tempo limpo

Mín. 11° Máx. 22°

18° Sensação
0.57km/h Vento
66% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
07h18 Nascer do sol
06h03 Pôr do sol
Ter 21° 11°
Qua 22° 11°
Qui 24° 13°
Sex 22° 15°
Sáb 24° 15°
Atualizado às 10h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,54 -1,02%
Euro
R$ 6,03 -1,12%
Peso Argentino
R$ 0,01 -1,87%
Bitcoin
R$ 394,401,77 -0,36%
Ibovespa
128,069,92 pts 0.36%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias