Seu Negocio Tri Pop Up01

E-mail

portalagoranoticias@gmail.com

WhatsApp

(46) 984 000 614

Teste01
Mundo

Mulher morre no Nepal após ser forçada a dormir em cabana por estar menstruada

Filhos também morreram sufocados em cabana. Mãe foi obrigada a sair de casa por estar menstruada, um costume antigo no país asiático.

11/01/2019 08h59
Por: Daiane Lima
Fonte: Reuters
Mulheres rezam em templo no Nepal, em foto de 2016 — Foto: Navesh Chitrakar/Reuters
Mulheres rezam em templo no Nepal, em foto de 2016 — Foto: Navesh Chitrakar/Reuters

Uma mulher e os dois filhos morreram sufocados no Nepal depois que ela foi forçada a dormir em uma cabana sem janelas por estar menstruada, afirmou a polícia na quinta-feira (10).

A família é a vítima mais recente do "chhaupadi", um costume hindu antigo, banido no país há mais de uma década. A prática obriga mulheres e meninas no período menstrual a deixarem suas casas e procurarem tocas para animais ou cabanas.

Amba Bohara, 35 anos, e seus filhos – de 12 e 9 anos – acenderam uma fogueira na noite de terça-feira para aquecer a fria cabana de lama e pedra onde foi forçada a se abrigar durante o período menstrual. Na manhã seguinte, o sogro da mulher encontrou os três mortos no local.

"Eles morreram de sufocamento porque não havia ventilação, e, para cortar o frio, a família fez uma câmera com muito pouca passagem de ar", contou por telefone o policial Uddhav Singh Bhat à Thomson Reuters Foundation.

O que é o 'chhaupadi'?

A antiga tradição caiu na ilegalidade em 2005, mas continua prevalente no oeste do Nepal – região considerada remota. O "chhaupadi" coloca a mulher sob risco de sofrer picadas de cobras, ataques de outros animais selvagens e estupro.

Algumas comunidades acreditam que, caso as mulheres e meninas em período menstrual não deixem suas casas, possam ser vítimas de castigos como desastres naturais.

As mulheres ficam impedidas de tocar uma série de itens, como leite, figuras religiosas e gado. Além disso, devem comer apenas o necessário. Elas também não podem se encontrar com outros integrantes da família durante a menstruação.

Esse costume levou a inúmeras mortes, mesmo depois de o governo passar a aplicar penas de três meses de prisão e multas de 3 mil rúpias – algo como R$ 100.

No ano passado, uma mulher também morreu sufocada depois de ser expulsa de casa. 

Ativistas de direitos humanos dizem que os esforços do governo para acabar com a prática "chhaupadi" foram inadequadas e pedem monitoramento mais atento.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.