Dieta 21 dias (pop up)
Seu Negocio Tri Pop Up01

E-mail

portalagoranoticias@gmail.com

WhatsApp

(46) 984 000 614

Teste01
Gauchão

Em duas décadas, Gauchão será decidido por Gre-Nal pela 7ª vez

Com retrospecto equilibrado, Grêmio e Inter não se encontram em final de estadual desde 2015

13/04/2019 10h01
Por: Daiane Lima
Fonte: GE
Foto: Wesley Santos/Agência PressDigital
Foto: Wesley Santos/Agência PressDigital

Apesar da supremacia da dupla Gre-Nal no Rio Grande do Sul, uma decisão entre Grêmio e Inter não é algo tão constante assim. Em duas décadas, o clássico decidiu o estadual somente em seis oportunidades.

Desde 2015 a dupla não decide o Gauchão. Os seja, os clubes do Interior têm dificultado a vida dos times da Capital – ao menos nos números.

A decisão começa neste domingo, quando o Inter recebe o Grêmio no Beira-Rio, às 16h. O jogo de volta ocorre às 21h30 de quarta-feira, na Arena. Ambos os palcos estarão com arquibancadas lotadas.

2015 - Gre-Nal da torcida mista

Com a melhor campanha do estadual, o Inter teve início avassalador no Beira-Rio e construiu a vitória em 20 minutos – obras de Nilmar, que até então não havia anotado no Gauchão, e Valdívia. Atordoado, o Grêmio se recompôs com a saída de Fellipe Bastos e a entrada de Walace. Diminuiu com Giuliano.

O Colorado de Diego Aguirre venceu o Grêmio de Felipão por 2 a 1 e comemorou o pentacampeonato. O jogo de ida tinha acabado sem gols. Como curiosidade, essa foi a primeira decisão Gre-Nal com torcida mista e Caminho do Gol.

2014 - Goleada no Centenário

Sem o Beira-Rio, em obras para a Copa do Mundo, a decisão do Gauchão de 2014 foi disputada no Centenário. Comandado por D’Alessandro, o Inter não tomou conhecimento e massacrou o Grêmio em Caxias do Sul: vitória por 4 a 1 (o jogo de ida teve vitória colorada por 2 a 1 na Arena).

Alex, duas vezes, D’Alessandro e Alan Patrick fizeram os gols do triunfo colorado. Dudu descontou para o Grêmio, em chute que rebateu em Ernando.

2011 – Virada no Olímpico

Como "manda o figurino", a decisão do estadual de 2011 foi uma montanha-russa de emoções, num jogo histórico e eletrizante. Após ter perdido no Beira-Rio por 3 a 2, o Inter saiu perdendo no Olímpico, mas virou o placar: venceu por 3 a 2 e levou a taça com vitória nos pênaltis por 5 a 4.

A decisão colocou dois ídolos frente a frente. Renato Gaúcho e Falcão tentavam conquistar o primeiro estadual como treinadores. Melhor na partida, o Tricolor abriu o placar com Lúcio. No entanto, Zé Roberto mudou o rumo da partida ao substituir Juan. Leandro Damião, Andrezinho (mancando) e D’Alessandro marcaram para os vermelhos, enquanto Borges mandou o jogo para os penais.

Nas cobranças, o Inter foi melhor: venceu por 5 a 4. Renan, que havia vacilado feio no segundo gol tricolor, redimiu-se ao fazer três defesas, em chutes de William Magrão, Lúcio e Adilson (Douglas, Rochemback, Lins e Rodolfo marcaram). Pelo lado colorado, falharam Damião e Kleber. D'Alessandro, Oscar, Bolatti, Nei e Zé Roberto balançaram a rede.

2010 – Título no jogo de ida

O Grêmio fez valer o resultado do primeiro jogo, a vitória por 2 a 0 em pleno Beira-Rio – com gols de Rodrigo e Borges –, e conquistou o Gauchão mesmo com derrota no Olímpico. Diante da torcida, levou 1 a 0 do Inter, com gol de Giuliano, que viria a ser contratado anos depois pelo Tricolor.

Com o título, quebrou um jejum que incomodava a torcida gremista desde 2007. O Grêmio era comandado por Silas e superou o Inter de Jorge Fossati.

2006 – Campeão com empates

Foi com dois empates que o Grêmio seria campeão em 2006, graças ao saldo qualificado. Após um 0 a 0 no Olímpico, o Tricolor jogou com o regulamento embaixo dos braços – empate com gols.

Aos 13 minutos do segundo tempo, Fernandão chutou cruzado e fez 1 a 0 para o time de Abel Braga. O Grêmio de Mano Menezes buscou a reação e deixou tudo igual com Pedro Júnior. O atacante desviou o cruzamento de Marcelo Costa e decretou o título em pleno Beira-Rio.

1999 - Nasce uma estrela

Ronaldinho dá uma caneta em Anderson, tabela com Capitão e bate de canhota para o fundo da rede. "Pelé, Pelé, Pelé", gritava Paulo Sant'Ana após aquele gol. Assim, o camisa 10 deu o título gaúcho para o Grêmio em 1999.

Mas o Gre-Nal 341 ficou mais lembrado pelo duelo entre o futuro pentacampeão do mundo com o capitão do Tetra, Dunga. Em duas oportunidades, ele aplicou dribles desconcertantes no rival: um chapéu no camisa 8 colorado e um elástico de letra na linha de fundo.

Todas as decisões de Gauchão em 20 anos

2019 - Grêmio x Inter

2018 - Brasil-Pel x Grêmio

2017 - Novo Hamburgo x Inter

2016 - Inter x Juventude

2015 - Inter x Grêmio

2014 - Inter x Grêmio

2013 - Inter x Juventude

2012 - Inter x Caxias

2011 - Grêmio x Inter

2010 - Grêmio x Inter

2009 - Inter x Caxias

2008 - Inter x Juventude

2007 - Grêmio x Juventude

2006 - Grêmio x Inter

2005 - Inter x 15 de Novembro

2004 - Inter x Ulbra

2003 - Inter x 15 de Novembro

2002 - Inter x 15 de Novembro

2001 - Grêmio x Juventude

2000 - Caxias x Grêmio

1999 - Grêmio x Inter

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Barracão - PR
Atualizado às 18h54
22°
Poucas nuvens Máxima: 22° - Mínima: 11°
22°

Sensação

14.8 km/h

Vento

62.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Banner arranha céu
Dieta 21 dias (slot 1)
Blogs e colunas
Schwingel Motos
Últimas notícias
K2 Lanches
Mais lidas
Net Tri
Agrícula Barracão (slot 5)