E-mail

portalagoranoticias@gmail.com

WhatsApp

(46) 984 000 614

Teste01
Tecnologia

Facebook limita e reativa recurso utilizado em ataque que acessou milhões de contas

Função "Ver como" estava indisponível desde setembro, quando ataque obteve tokens de acesso de milhões de perfis em setembro.

18/05/2019 09h05
Por: Daiane Lima
Fonte: Altieres Rohr/G1
Sede do Facebook, na Califórnia — Foto: Thiago Lavado/G1
Sede do Facebook, na Califórnia — Foto: Thiago Lavado/G1

O Facebook anunciou esta semana que começou a reativar a função "Ver como", desativada em setembro após hackers descobrirem uma falha que recolheu dados de acesso de milhões de usuários. O recurso permite que o usuário visualize seu perfil da mesma forma que ele é visto por outras pessoas da rede.

O "ver como" pode ser utilizado para conferir quais dados do perfil estão expostos ao público, inclusive postagens, curtidas, informações pessoais como trabalho e estudo, entre outros. Assim, é possível ter certeza que todos os ajustes de privacidade estão corretos e que não está ocorrendo qualquer exposição acidental.

Embora tenha sido reativado apenas mais de sete meses após o incidente de segurança, o recurso ainda sofre restrições. Se é possível visualizar o perfil da mesma forma que ele é visto por outros usuários da rede que não estiverem na lista de amigos.

O recurso ainda não está disponível para todos os usuários. No aplicativo de celular, o botão "Ver como" deve aparecer na visualização do próprio perfil, ao lado de "Adicionar ao story".

Simulação de pessoa específica segue indisponível

Antes de ser desativada, em setembro, o "ver como" simular a visualização do perfil por outros usuários da rede, permitindo ver os dados do perfil aos quais alguém específico tinha acesso. Segundo o Facebook, esse modo era muito menos utilizado.

Porém, foi exatamente a possibilidade de "ver como uma pessoa específica" que viabilizou o ataque em setembro. Por causa de um erro em outro recurso do próprio Facebook — um criador de vídeos de aniversário -, os hackers conseguiram usar esse recurso para obter os chamados "tokens de acesso", que funcionam como substitutos da senha para conceder acesso ao perfil. Para isso, bastava que o hacker navegasse no Facebook com a visualização de outra pessoa e acessasse o criador de vídeos. O código página revelava um token de acesso dessa pessoa, dando acesso ao perfil dela.

Em outras palavras, a segurança dessa modalidade do "Ver como" não depende apenas do recurso, mas também de outros conteúdos que podem ser visualizados na rede. Porém, a auditoria feita pelo Facebook concluiu que a possibilidade de ver o perfil "público" não teve envolvimento no ataque de setembro e por isso está sendo reativada isoladamente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Barracão - PR
Atualizado às 10h00
19°
Muitas nuvens Máxima: 22° - Mínima: 13°
19°

Sensação

23.9 km/h

Vento

48.6%

Umidade

Fonte: Climatempo
Banner arranha céu
Dieta 21 dias (slot 1)
Pulseira Masculina Slot 01
Blogs e colunas
Pingente Country Slot 2
Schwingel Motos
Ejaculacao slot 2
Últimas notícias
Colar Feminino Slot 3
K2 Lanches
Mais lidas
Net Tri
Brinco Country slot 4
Agrícula Barracão (slot 5)
Anel Pedra Verde Slot 5