E-mail

portalagoranoticias@gmail.com

WhatsApp

(46) 984 000 614

Teste01
Política

No Rio, Bolsonaro chama empresários de 'heróis' e promete não 'atrapalhá-los'

Presidente recebeu homenagem na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) nesta segunda-feira (20).

21/05/2019 10h14
Por: Daiane Lima
Fonte: G1
O presidente Jair Bolsonaro gesticula durante um evento com empresários no Rio de Janeiro — Foto: Ricardo Moraes/Reuters
O presidente Jair Bolsonaro gesticula durante um evento com empresários no Rio de Janeiro — Foto: Ricardo Moraes/Reuters

Ao receber uma homenagem na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) nesta segunda-feira (20), o presidente Jair Bolsonaro elogiou empresários, chamando-os de "heróis", e prometeu não "atrapalhá-los".

"Dentro do trabalho que queremos fazer, em primeiro lugar, é não atrapalhá-los. Já estaria de bom tamanho, do ponto de vista burocrático, que os senhores têm que enfrentar no seu dia a dia", declarou ele na cerimônia, na qual recebeu, do presidente da entidade, a Medalha do Mérito Industrial do Estado do Rio de Janeiro.

Bolsonaro completou: "O que eu tenho a oferecer aos senhores: o patriotismo, a humildade, eu tenho coragem de enfrentar o corporativismo das empresas. É uma vontade enorme de colocar o Brasil no lugar onde ele merece – e grande parte desse sonho passa pelos senhores, empreendedores. Tenho dito: os senhores são verdadeiros heróis, perto daqueles que têm que enfrentar autoridades municipais, estaduais e do executivo federal".

O presidente também afirmou que "quanto menos a gente tributa, mesmo sabendo da dificuldade do mercado, quanto menos a gente interfere, maior [o] desenvolvimento".

No discurso, ao se dirigir ao presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, defendeu ainda a aprovação da reforma da Previdência.

"Agora o problema que nós temos lá, prezado presidente, às vezes é dinheiro. Não podemos desenvolver muita coisa por falta de recurso, por isso precisamos da reforma da Previdência. Ela é salgada para alguns, mas estamos combatendo privilégios. Não dá para continuar mais, o Brasil nessa tremenda carga nas suas costas. Se não fizermos isso, [em] 2023, 23, 24 vai faltar recursos para pagar quem está na ativa."

Classe política

No mesmo evento na Firjan, Bolsonaro disse que o Brasil é "um país maravilhoso" e que o grande problema "é a nossa classe política".

"É um país maravilhoso que tem tudo para dar certo, mas o grande problema é a nossa classe política. É nós [Wilson], Witzel, é nós, Crivella, sou eu, Jair Bolsonaro, é o Parlamento em grande parte, é a Câmara Municipal, a Assembleia Legislativa. Nós temos que mudar isso. Não existe maior satisfação para um político do que ser reconhecido em qualquer lugar, do Brasil ou fora do Brasil. Ser reconhecido pelo lado bom. Temos que mudar o destino do Brasil", afirmou o presidente.

Mais tarde, já em Brasília, no evento de lançamento da campanha publicitária da reforma da Previdência, Bolsonaro elogiou o Congresso:

"Nós valorizamos, sim, o Parlamento brasileiro, que vai dar a palavra final nesta questão da previdência tão rejeitada ao longo dos últimos anos. Agradeço ao Rodrigo Maia [presidente da Câmara], ao Davi Alcolumbre [presidente do Senado], que em conversas são unânimes em dizer da necessidade da reforma da Previdência. E aos parlamentares queria dizer que só não recebo mais por falta de agenda, mas gostaria de continuar a conversar com o maior número de vocês para que possíveis equívocos, possíveis melhoras, nós possamos junto ao Parlamento buscá-las".

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Banner arranha céu
Dieta 21 dias (slot 1)
Pulseira Masculina Slot 01
Blogs e colunas
Ejaculacao slot 2
Schwingel Motos
Pingente Country Slot 2
Últimas notícias
Colar Feminino Slot 3
K2 Lanches
Mais lidas
Brinco Country slot 4
Net Tri
Anel Pedra Verde Slot 5
Agrícula Barracão (slot 5)