Seu Negocio Tri Pop Up01

E-mail

portalagoranoticias@gmail.com

WhatsApp

(46) 984 000 614

Teste01
Inter

Perfeito em casa, mas no “Z-4” fora: desempenho longe do Beira-Rio trava campanha do Inter

Aproveitamento desequilibrado afasta o Colorado das primeiras posições no Brasileirão

10/06/2019 10h57
Por: Daiane Lima
Fonte: GE
Emerson Santos marcou o solitário gol colorado na derrota para o Vasco por 2 a 1 — Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional
Emerson Santos marcou o solitário gol colorado na derrota para o Vasco por 2 a 1 — Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

Perfeito nos próprios domínios, mas no "Z-4" quando está distante do Beira-Rio. O desequilíbrio no desempenho dentro e fora de casa trava a campanha e afasta do Inter da disputa do título do Brasileirão. Para poder sonhar com a conquista 40 anos após o último troféu erguido, a direção colorada admite que o time precisa encontrar a constância, seja em qual cancha estiver.

Em oito rodadas, a equipe de Odair Hellmann venceu todas em casa: contra Flamengo, Cruzeiro, CSA e Avaí. Marcou nove gols e sofreu apenas dois. Apenas Flamengo, Palmeiras e Bahia também têm 100% de aproveitamento. Ou seja, o torcedor festejou inúmeras vezes e saiu contente de seu estádio todas as vezes neste Campeonato Brasileiro.

No entanto, quem viajou ou acompanhou de longe a equipe fora de casa, só se decepcionou. Foram três derrotas para Chapecoense, Palmeiras e Vasco e um empate com o Santos. Aliás, se levássemos em conta apenas os confrontos fora de casa, o Inter seria o 17º colocado e estaria no Z-4. Pior do que ele apenas Cruzeiro, Vasco e CSA, que também não venceram e levaram mais gols.

Com a 8ª rodada em andamento, o Inter é o sexto colocado, com 13 pontos e pode perder uma posição. O que preocupa, no entanto, é a distância de seis pontos para o líder Palmeiras (que tem um jogo a menos).

A discrepância é tão evidente que ninguém na direção nega este diagnóstico. É preciso buscar pontos fora para não depender da "perfeição" em casa nas 34 rodadas restantes. O vice de Futebol, Roberto Melo, admitiu após a derrota para o Vasco, na sexta-feira, que a direção já trabalha internamente para encontrar os motivos para o desequilíbrio:

- Se quisermos brigar pelo título, precisamos ganhar fora. No Brasileirão, não temos conseguido. Precisamos internamente fazer esta análise. Trabalharemos para recuperar a postura desde o primeiro minuto de jogo.

Não é apenas no Brasileirão que a diferença de postura seja tão evidente. Na temporada 2019, o Inter está ou esteve envolvido em quatro competições. O aproveitamento geral é bom: 66,6% dos pontos. Porém, ele obedece a mesma lógica do Campeonato Brasileiro. Um desempenho acima da média em casa e uma performance bastante aquém do esperado fora.

O técnico Odair Hellmann reconhece que seu time precisa engrenar fora de casa, mas não coloca isso como uma preocupação à parte. Para o treinador, a falta de vitórias tem a ver com problemas pontuais de cada jogo.

- Não vencemos fora no Brasileirão. Mas vencemos mais do que perdemos fora de casa, se você pegar o número geral - avalia Odair.

O Internacional venceu oito partidas e perdeu apenas cinco longe do Beira-Rio em 2019. Só que cinco das oito vitórias foram pelo Gauchão, em que os triunfos foram inúteis. Na final, mesmo sem perder fora de casa, acabou sem o título. No Brasileirão, ao contrário da Libertadores e da Copa do Brasil, não pontuou fora.

O elenco colorado se reapresenta na manhã deste domingo e treina ainda na segunda e na terça, às 15h30. O Inter mira a partida contra o Bahia, na quarta-feira, às 21h30. A partida é no Beira-Rio. Chance de manter o alto aproveitamento em casa e aproveitar a parada para a Copa América para armar as estratégias para vencer fora.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.