E-mail

portalagoranoticias@gmail.com

WhatsApp

(49) 9 9156-0163

Teste01
MOÇÃO

Deputado Aliel recebe moção de Aplauso da Câmara de PG

Parlamentar teve reconhecimento pela aprovação da Lei que protege as mulheres vítimas de violência doméstica

09/09/2019 19h57
Por: Redação
Fonte: Marcos Prudente
Foto: Divulgação ASCOM
Foto: Divulgação ASCOM

O deputado federal Aliel Machado (PSB) recebeu hoje, 09, na Câmara Municipal de Ponta Grossa, uma Moção de Aplauso (468) pela aprovação do Projeto de Lei (PL 17/19), apresentando em conjunto com o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), que prevê  a apreensão de arma de fogo como medida protetiva à vítima de violência doméstica. A moção foi proposta pelo vereador Pietro Arnaud (Rede) e aprovada no mês passado por unanimidade pelos vereadores. A entrega foi feita com a presença da delegada da Delegacia da Mulher, Claudia Kruger, que também foi homenageada pelo Legislativo pelo seu trabalho em defesa das mulheres. 

O Projeto, que altera a Lei Maria da Penha (11.340/06), foi aprovado pelo Plenário do Senado no dia em que a Lei que projete as mulheres completou 13 anos. “Fico muito feliz por receber esse reconhecimento aqui na minha cidade, com a presença da delegada Claudia, que realiza um excelente trabalho. O projeto foi apresentado no início do atual mandato e foi colocado com urgência para votação na Câmara e agora aprovado no Senado. É preciso sensibilidade para entender que a vida das mulheres importa, sim. Precisamos ampliar as medidas de segurança para elas, porque muitos casos começam com agressões verbais, agressões físicas, até chegar ao feminicídio”, lembrou Aliel.

Para ele é preciso endurecer a lei para evitar mais casos absurdos. “É preciso agir contra isso de forma enérgica. Nós já apresentamos anteriormente um projeto para tornar ficha-suja agressores de mulheres, e agora mais essa mudança na Lei Maria da Penha”, destacou.

De acordo com o deputado Molon, a Lei tem como objetivo aumentar a proteção das mulheres em relação ao enorme número de armas de fogo em circulação no país. “Propusemos a alteração da Lei Maria da Penha para prever a suspensão do registro e do porte de arma de fogo do agressor entre as medidas protetivas previstas naquele diploma, de modo a prevenir o feminicídio, crime que cresce assustadoramente a cada dia”, explicou.

Para a deputada Rosana Valle, o PL reforça a proteção já garantida na Lei. Ela citou um dado alarmante: 42% dos casos de violência contra a mulher ocorrem em ambientes domésticos. “Apreender a arma de fogo eventualmente registrada em nome do agressor é uma medida protetiva e necessária. A violência afeta mulheres de todas as classes sociais, etnias e regiões brasileiras. Deixou de ser um problema individual e se tornou um caso de responsabilidade de toda a sociedade.”

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Barracão - PR
Atualizado às 21h48
20°
Poucas nuvens Máxima: 29° - Mínima: 18°
20°

Sensação

6 km/h

Vento

81.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Banner arranha céu
Pulseira Masculina Slot 01
Dieta 21 dias (slot 1)
Blogs e colunas
Schwingel Motos
Ejaculacao slot 2
Pingente Country Slot 2
Últimas notícias
Colar Feminino Slot 3
K2 Lanches
Mais lidas
Brinco Country slot 4
Net Tri
Don José (slot 5)
Anel Pedra Verde Slot 5