Sábado, 30 de Maio de 2020 08:06
(49) 9 9156-0163
Política NA FEIRA

Bolsonaro foi a feira hoje (29) pela manhã e conversou com os presentes

O presidente também defendeu novamente o isolamento vertical

29/03/2020 14h09
Por: Redação Fonte: Marcos Prudente
Foto: Divulgação Internet
Foto: Divulgação Internet

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, saiu do Palácio do Alvorada, na manhã de hoje (29) e foi a feira, assim como visitou comerciantes e ambulantes. Em suas conversas, voltou a defender o isolamento vertical da população.

Na prática o isolamento vertical, coloca os idosos e pessoas da zona de risco em quarentena e libera os demais para seguir uma vida normal e voltar ao trabalho. Regras para o funcionamento vertical, ainda estão sendo postas no papel e poderá ser colocado em prática, para que o desemprego não seja demasiado, assim como manter a economia girando.

Opinião.

O que o presidente fez hoje, é considerado um ato irresponsável por muitas pessoas, uma vez que a Organização Mundial da Saúde (OMS), faz uma orientação de afastamento social, ou seja, manter-se o mais longe possível uma pessoa da outra, para o nível de contágio do Vetor Chinês (Corona Vírus) diminua.

Por outro ele mostra literalmente que o vírus não passa de uma gripezinha e em muitos nem apresenta sintomas. Bolsonaro estava na comitiva presidencial, que foi ao Estados Unidos, na visita ao presidente Trump, na volta, os integrantes da comitiva testaram positivo, após o teste do Vetor Chinês e o presidente que pode ter pego o Corona Vírus, não sentiu sintomas e pode ter gerado anticorpos, deixando de ser um transmissor, para ser uma espécie de barreira ao vírus.

Vírus teve início na cidade de Wuhan, na China, no final do ano passado e por maquiarem do problema, os chineses acabaram espalhando o vírus a nível global. A OMS que também demorou para declarar que o Vetor Chinês é uma pandemia, também orientou os governos a fazerem o afastamento social, proibindo eventos e locais com aglomeração de pessoas, porém deixou livre o ir e vir, para o quadro apresentado de cada país. Na China por exemplo, apenas 10 cidades foram isoladas, ou seja tiveram quarentena horizontal, fechando tudo, deixando apenas o comércio essencial funcionando e o restante do país adotou a quarentena vertical, onde foram isoladas as pessoas na área de risco e vida seguiu. A Itália foi o país que mais sofreu com e esta sofrendo com a pandemia, porém fatores mostram, que mesmo com lockdown (fechamento total), as mortes não pararam e ainda mostrou um aumento no número de casos, mostrando que a medida, não é tão eficiente como a maioria acha ser.

Na verdade, cada país tem suas peculiaridades, o que se deve ser tratado de forma impar, ou seja, a única coisa que serve dos demais países, é saber como o vírus age e como se combate, quais drogas podem ser usadas para combater. No Brasil o epicentro do Vetor Chinês, é São Paulo, que tem o maior número de casos confirmados, assim como de mortes. Porém temos estados da federação que não registraram mortes nestes primeiros trinta dias, o que leva a entender que uma histeria e pânico chegou aos governadores e prefeitos, que sem ter casos de morte, autorizaram o lockdown, quando poderia ter aplicado regras para o comércio manter funcionando e isolado as pessoas da área de risco, forma que se mostrou muito eficiente em Taiwan. 

Veja vídeo do presidente na feira abaixo;

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Barracão - PR
Atualizado às 08h03 - Fonte: Climatempo
15°
Poucas nuvens

Mín. Máx. 24°

15° Sensação
16.1 km/h Vento
74.5% Umidade do ar
90% (5mm) Chance de chuva
Amanhã (31/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 25°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Segunda (01/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 16°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias