Sábado, 16 de Janeiro de 2021 03:04
(49) 9 9156-0163
Política Política

Deputado alerta para aumento de tarifas com venda de ações da Copel

14/01/2021 11h42
17
Por: Redação
<span>Deputado Soldado Fruet (PROS).</span><strong><small>Créditos: </small>Orlando Kissner/Alep</strong>
Deputado Soldado Fruet (PROS).Créditos: Orlando Kissner/Alep

O deputado estadual Soldado Fruet (PROS) alertou nesta quinta-feira (14) que a venda das ações da Copel pertencentes ao Governo do Estado, acionista majoritário, e do BNDESPar, segundo maior acionista, deve resultar em aumentos abusivos nas tarifas cobradas dos consumidores paranaenses para garantir lucros e distribuição bilionária de dividendos aos investidores privados. 

O líder do PROS na Assembleia Legislativa do Parnaá lembrou que há alguns anos o Estado do Paraná vendeu suas ações da Sanepar, reservando para si o mínimo legal de 60%, como forma de manter o controle acionário e cumprir determinação da Lei 18.875, que exige esse percentual mínimo em poder do Estado. "A mesma lei impôs como mínimo legal a propriedade de 51% das ações ordinárias da Copel, de forma a manter o poder acionário também dessa empresa", citou o deputado.

"Há tempos venho afirmando que, desde a venda das ações da Sanepar, a empresa deixou de trabalhar pelo povo do Paraná para trabalhar pelos investidores", afirmou. "Prova disso são os constantes e absurdos aumentos nas faturas de água e a distribuição bilionária de valores a títulos de dividendos e juros sobre o capital próprio aos investidores", apontou o deputado, destacando que "agora, silenciosamente, vemos o Governo do Estado se movendo no sentido de fazer o mesmo com a Copel". 

Fato relevante - O deputado se referiu ao Fato Relevante 01/21, no qual a companhia divulgou a intenção de o Estado votar favoravelmente ao programa de UNITS, mas para migrar ao nível 2 de Governança Corporativa da B3 S/A condiciona seu voto à realização e liquidação de oferta pública de ações de titularidade do Estado do Paraná em conjunto com a oferta a ser realizada pelo BNDES Participações, permanecendo com seu controle acionário. "O Estado detém 58,6% das ações ordinárias da Copel e pode, sem perder o controle acionário, desfazer-se de 7,6% das ações ordinárias da empresa. Um negócio na casa de 1,5 a 2 bilhões de reais", detalhou.

Segundo Soldado Fruet, o fato não seria tão preocupante se o BNDESPar também não estivesse vendendo sua parte, que corresponde a 26,4% das ações ordinárias da Copel. "Desse modo, teremos exatamente 34% das ações ordinárias da Copel lançadas no mercado esse ano e, assim como ocorreu na Sanepar, os investidores que as adquirirem irão exigir cada vez mais lucros bilionários pagos às custas do povo paranaense. Veremos na Copel o que já ocorre na Sanepar", disse.

Bilhões em caixa - Chamou a atenção do deputado que a Copel acabou de se capitalizar com a venda da Copel Telecom. "Foram mais de R$ 2 bilhões que entraram no caixa da empresa". O deputado também lembrou que em breve o controle da Usina Foz de Areia, a maior da Copel, deverá passar para mãos particulares. "Muitos outros bilhões entrarão no caixa da empresa decorrente da venda de 51% dessa usina", comentou.

"Vemos a Copel pouco a pouco sendo desmanchada e passada aos interesses privados. No passado, juraram que isso não aconteceria com a Sanepar e agora, todos nós vemos como a Sanepar tem agido, defendendo os interesses dos investidores em detrimento aos dos paranaenses", enfatizou. O deputado observou ainda que o Estado solicitou que a Copel pague dividendos extraordinários com o maior valor possível, "o que poderá comprometer valores previstos a título de reserva de lucros, que poderiam ser usados para garantir o crescimento da empresa".

De acordo com o deputado, "se o Governo anuncia aos quatro ventos a excelente condição financeira do Estado, fica nesse momento a pergunta: por que pedir mais dinheiro à Copel?". Para Soldado Fruet, "fica o alerta para que todos nós, parlamentares, acompanhemos essa movimentação para evitar que nos próximos anos, tenhamos que subir na tribuna para questionar os aumentos abusivos da Copel assim como temos feito questionando os da Sanepar".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Barracão - PR
Atualizado às 02h50 - Fonte: Climatempo
19°
Muitas nuvens

Mín. 17° Máx. 27°

19° Sensação
19.8 km/h Vento
81.6% Umidade do ar
90% (50mm) Chance de chuva
Amanhã (17/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 24°

Sol com muitas nuvens e chuva
Segunda (18/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 23°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias