Quarta, 12 de Maio de 2021 16:48
(49) 9 9156-0163
Política Política

CPI da Pandemia: Mandetta defende treinamento de profissionais

Ex-ministro da Saúde foi ouvido nesta terça-feira no Senado

04/05/2021 20h07
Por: Redação Fonte: EBC

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta afirmou nesta terça-feira (4) que não há no Brasil um protocolo uniforme e um treinamento de profissionais de saúde para realizar intubação e outros procedimentos frequentes no tratamento de pacientes com covid-19. 

“A gente dá um CRM [registro no Conselho Regional de Medicina] e o cara fica com CRM para o resto da vida”, disse Mandetta em depoimento à Comissão Parlamentar (CPI) da Pandemia no Senado.

Aos senadores, o ex-ministro da Saúde considerou que até abril de 2020 -  à época que respondia pela pasta - as políticas de isolamento social eram "adequadas" para aquele momento da pandemia. "Adequado por causa do índice de transmissão do vírus. O vírus era muito competente. Nós estamos com um sistema que não tinha naquele momento condição de responder", justificou.

Mandetta acrescentou que escreveu uma carta em defesa do isolamento para o presidente, que foi entregue em uma reunião com outros ministros no Palácio do Alvorada. 

O relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), questionou Mandetta se o ministério recebeu alguma proposta técnica sobre a ideia de “isolamento vertical” por parte da Presidência da República. Mandetta negou. No isolamento vertical, o objetivo é aumentar a imunidade das pessoas, isolando apenas os grupos de risco da covid-19. Mandetta afirmou que pelo fato de o vírus ser “competente em sua transmissão”, o isolamento horizontal que envolve toda a população seria adequado no início da pandemia.

Perguntado sobre o aumento da produção de cloroquina pelo laboratório químico e farmacêutico do Exército, o ex-ministro disse aos senadores que a ordem para o aumento da produção do fármaco não partiu da Saúde. Aos senadores, Mandetta afirmou que a única coisa em relação à cloroquina que a pasta fez, após consulta ao Conselho Federal de Medicina (CFM) foi na direção do chamado uso compassivo da medicação. 

Luiz Henrique Mandetta disse a CPI que cobrava da Anvisa uma fiscalização mais rigorosa em portos e aeroportos quanto à entrada de pessoas vindas de países com registros da covid-19, mas reconheceu que o número de fiscais é insuficiente. Apesar da defesa, o ex-ministro acredita que mesmo uma ação mais intensa da agência não seria suficiente para conter a chegada e o espalhamento da doença pelo país. “Não havia como fazer proibição de voos”, avaliou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Barracão - PR
Atualizado às 16h44 - Fonte: Climatempo
17°
Poucas nuvens

Mín. 10° Máx. 17°

17° Sensação
13 km/h Vento
54.8% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (13/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 20°

Geada
Sexta (14/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 19°

Sol com muitas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias