Sábado, 25 de Junho de 2022
12°

Poucas nuvens

Barracão - PR

Economia Paraná

Dentro do ciclo de investimentos no Paraná, Caterpillar amplia unidade e contrata 400 pessoas

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta quinta-feira (19) da inauguração da nova linha de montagem da Caterpillar Brasil em Campo...

19/05/2022 às 18h15
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: José Fernando Ogura/AEN
Foto: José Fernando Ogura/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta quinta-feira (19) da inauguração da nova linha de montagem da Caterpillar Brasil em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. A montadora investe R$ 60 milhões na expansão da unidade e se torna a única empresa a produzir minicarregadeiras no País. Cerca de 400 novos funcionários estão sendo contratados para atender a nova demanda da fábrica, que deve dobrar a sua produção.

Ratinho Junior visitou a nova linha e destacou que a ampliação da unidade faz parte de um grande ciclo de investimentos no Paraná, que totaliza R$ 120 bilhões de recursos privados aplicados no Estado desde 2019. “É um grande momento para o Paraná, que teve geração recorde de empregos no ano passado e já iniciou 2022 com mais de 56 mil novos postos de trabalho abertos em três meses”, disse.

“Para nós, é um orgulho ter a Caterpillar no Paraná. É uma indústria mundial, com muita qualidade na produção de maquinários”, afirmou o governador. “Essa nova linha de montagem em Campo Largo, com a geração de 400 empregos e investimento de R$ 60 milhões, vem ao encontro do nosso trabalho de ampliar a abertura de vagas de trabalho em todo o Estado”.

Uma parcela das minicarregadeiras será consumida pelo mercado brasileiro, mas a maior parte será exportada para a América do Norte, América Latina, Europa, África, Oriente Médio e Ásia. Na unidade, a Caterpillar também fabrica miniescavadeiras, retroescavadeiras e carregadeiras de rodas.

“Iniciamos esse investimento em um período crítico de pandemia e agora começamos a colher os frutos. Este mês começamos os embarque das máquinas e vamos exportar esse modelo para o mundo todo”, explicou o presidente da Caterpillar Brasil, Odair Renosto. “Já contratamos 400 pessoas, mas para cada empregado direto, são contratados outros quatro de forma indireta. É uma maneira muito boa para contribuir com o progresso da cidade e do Estado e poder mandar as máquinas para o resto do mundo com uma plaquinha Made in Campo Largo”.

Renosto ressaltou alguns dos motivos que fazem com que a indústria mantenha seus investimentos no Estado. “O Paraná tem uma mão de obra qualificada, um pessoal com uma cultura elevada, fácil acesso rodoviário e marítimo, muita facilidade com escolas e desenvolvimento de talentos, e isso nos trouxe para cá”, disse. “Tem também uma base de fornecedores que está em expansão e muito apoio do governo e da prefeitura. Estamos bem posicionados aqui”.

INVESTIMENTOS– Há pouco mais de dois meses, outra indústria de Campo Largo, a Roca Cerámicas , anunciou investimento de R$ 220 milhões e a criação de 150 postos de trabalho diretos. “Fomos um dos municípios da Região Metropolitana que mais abriram vagas de emprego nos últimos meses. Esta nova linha de produção representa esse bom momento e faz com que as pessoas não precisem buscar trabalho em outras cidades”, disse o prefeito de Campo Largo, Maurício Rivabem.

“Ter aqui uma empresa da Caterpillar, com as raízes cada vez mais fixadas na nossa cidade, é uma grande conquista. O Governo do Estado nos apoia também com a manutenção desses empreendimentos, uma parceria que torna Campo Largo cada vez mais forte”, completou.

NOVA LINHA – A instalação da nova linha de montagem demandou uma série de otimizações no processo fabril. O layout do prédio foi remodelado, sistemas de solda e abastecimento de fluídos automatizados foram introduzidos, além da aquisição de ferramentas inteligentes de produção.

A maior parcela de profissionais contratados vai atuar na operação da linha, mas também estão sendo empregados engenheiros de produto, de processo e de manufatura, analistas da qualidade, desenvolvedor de fornecedores, compradores, entre outros. A nova força de trabalho passa por capacitação para aprender a lidar com processos industriais avançados. Atualmente, a fábrica de Campo Largo conta com 1.150 funcionários operacionais e administrativos diretos.

EMPRESA– A Caterpillar opera no Brasil há 68 anos, com fábricas de máquinas de construção em Piracicaba (SP) e Campo Largo, e uma unidade de produção de motores a diesel em Curitiba. A fábrica na Região Metropolitana opera desde 2011, em uma planta industrial moderna com 50 mil metros quadrados de área construída.

Quando iniciou suas operações, a unidade fabricava apenas um modelo de máquina. Com a nova linha, passa de 11 para 17 modelos manufaturados. Entre eles, estão as Retroescavadeiras 416 e 420 Série F2, Carregadeiras de Rodas 914, 920, 924, 930 e 938 da Série K, Miniescavadeira 302.7 CR e 303.5E CR e, a partir de agora, as Miniescavadeiras 242, 246, 262 e 272 da Série D3. Os maquinários são utilizados nos setores de construção, mineração, agronegócio, energia e transporte.

PRESENÇAS– O secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; o diretor-geral da Caterpillar de Campo Largo, Mário Prieto; e o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Alcino Tigrinho, também acompanharam a solenidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Barracão - PR Atualizado às 23h33 - Fonte: ClimaTempo
12°
Poucas nuvens

Mín. 11° Máx. 20°

Dom 20°C 11°C
Seg 21°C 10°C
Ter 22°C 10°C
Qua 19°C 9°C
Qui 22°C 3°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias